segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Destino


Vejo nas pessoas os arcanos
que aguardam decifração, 
elucidação, tradução e respectivo
entendimento de si para si mesmo...

E é justo essa a minha nobre e sóbria
missão, a de esclarecer o enigma
dentro do intrínseco silêncio
do qual nos alienamos, até
não ser mais possível qualquer
alienação... 

Eu sou o encontro dos caminhos,
o mensageiro que de dentro
da caixa de pandora
extrai a luz antes da escuridão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lonjuras da Memória...

Havia sempre livros na mesa, mas quando eu chegava ela estava com a tevê sempre ligada, mas nunca na frente, nunca à ela presa... Co...