terça-feira, 25 de abril de 2017

Estio Poético...



Tenho um rio
de versos
que secou com os dias...
Não sei onde foram
as asas que me
elevavam...
Meu rio de sonhos
agora é uma cova
vazia,
onde nem mesmo jaz
a minha poesia...

Saraus do Silêncio



O silêncio da noite tem um zunido estridente, 
que ecoa no vazio das coisas vazias da gente...

Vez por outra, e só por misericórdia,
um grilo quebra as vidraças da neblina
como quem sussurra: " ouve.. ouve... há vida!"

E antes que vire uma distração,
tudo silencia novamente...

Então a noite perpassa o horror da vigília
e me abraça, e no regaço da exaustão
tudo dorme pesadamente...

Sobre Caminhos...

Tem caminhos que se acha, tem também caminhos que nos acham... Mas eu acho que tem  caminhos que se acha dentro, depois de muitas j...