sábado, 4 de maio de 2019

O Trabalho Mágico



Talvez a Poesia seja a maior
de todas as magias,
pois que mostramos o que
não se vê com os olhos 
deste mundo...

Janelas abertas, luares profundos,
ruas desertas, uma cantoria do vento,
e pronto! 

Ouvimos a súplica da alma
que habita o âmago das coisas,
e tudo fala conosco, muitas vezes
com a musicalidade de rimas.

Talvez a poesia seja a maior
de todas as magias, mas
sem velas, nem mágicos círculos,
incensos, abluções ou ritos...

Só contemplação e silêncio,
enquanto dentro de tudo
a alma das coisas aguarda
o poeta ouvir-lhe 
os acordes íntimos!

As Flores de Dentro

E a neblina grossa da tarde se rompeu em chuva, na cantoria das calhas, no silêncio das ruas, no vaso de violetas sem flores Tudo úmi...