terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Magna Obra...



O ofício do poeta é escavar a pedra dura
dos fatos e da rotina, é garimpar na areia dos dias
a poesia intrínseca que habita todas as coisas... 
Revelar a música que se oculta 
na água, na pedra, no vento, 
no vazio da esquina,
no parapeito da janela que, 
morosamente, contempla o infinito...
O ofício do poeta traz 
o antagonismo de quem
procura um mirante nas estrelas
mergulhando fundo em si mesmo...

sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Do Sonho Amoroso



Eu quero varrer de mim
as tristezas que teci, 
e que deixaram em mim,
para ouvir de ti
tuas histórias 
mil vezes contadas...
Quero deitar contigo
e ouvir teus segredos,
e o bater do peito,
e aspirar o teu cheiro,
e sonhar que tudo isso
será sempre só isso
por um tempo inimaginável...
Me leva contigo, vamos fugir,
abro mão dos meus mistérios,
rasgo o estandarte
das minhas buscas
para fugir e sonhar...
E apossados dos segredos
nossos, que sejamos
para sempre cativos
do silêncio amoroso
meu e teu... Vem,
vamos sonhar que será
eterno e sem fim, pois
só quando sonhamos
com o sempre é que
podemos de fato
viver e saber
o que é ser feliz...

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Canção do Puro Amor...



A donzela diz:

"O Amor é isto, que caído sobre ti
te fez de anônimo a amado e fundamental.
E te fez meu amado e portador
dos sentidos de ser, sorrir, e existir
que somem contigo quando não estás...

O Amor é isto que abriu na tua face
a beleza mais pura e comovente
que a criança em ti coloriu por noites
e noites de sonhos, e que ofertaste 
ao mundo e ele não o reconheceu...

Mas eu, eu agora vejo o brilho
desacreditado que mora em ti,
e de ti mesmo olvidado quando
te digo que és belo meu amado,
e o menino intimidado me sorri

do fundo do tempo mais puro
que jaz em ti... O Amor é isso,
a cor mais bonita que não consigo
te mostrar... A melodia mais fina
que não posso te fazer escutar...

E o verso mais lindo que não consigo
a ti declamar. Então, o contraditório
do Amor é o de lançar-nos tão
intensamente ao outro e nos deixar
ainda mais trancafiados em si..."

Encontro Sobrenatural

A rua estreita iluminada com luares que enfeitavam de outros ares a viela urbana, que assim preenchida de um silêncio antigo, guard...