terça-feira, 14 de novembro de 2017

Encontro Sobrenatural



A rua estreita iluminada
com luares que enfeitavam
de outros ares a viela urbana,
que assim preenchida
de um silêncio antigo,
guardava um pouco 
da infância do tempo 
e do mundo, inaudível
e invisível aos sentidos
de quem havia viciado
em máquinas...

E como isso inclui
a maioria da humanidade,
ficamos eu e a ruazinha
a contemplar o infinito

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Desencontro

Deus mora nas alturas do nosso pensamento, e só o vemos perfurando  com a espada do silêncio o teto escuro dos sentimentos, que fic...