quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Somiador



Conto a pulsação da noite
e mais uma vez, a escuridão
mais funda vive na face oculta
da terra...

E somos todos, por breve
eternidade noturna,
herdeiros dos seus monstros
e fábulas, dos seus versos
e mistérios...

E viajamos amalgamados
aos seus segredos, revelados
e não revelados pela mente
cortante dos homens...

Mas só a percebe pulsar
os poucos sonhadores
acordados que velam
por todos os negrores
desse mundo...

segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Comunicação



No topo do mundo
urdiam estrelas
o destino das gentes,
deslizavam nuvens
plangentes,
e nos canteiros
perfumes do ventre
da noite dançavam...

Tremia a vela do rito
desenhando arabescos
de luz em direção
ao firmamento...

Escutando a voz do silêncio
o poeta catava da noite
sua íntima comunicação 
com o invisível, o vácuo,
o sonho, e o infinito
transcendente....

Destino

Vejo nas pessoas os arcanos que aguardam decifração,  elucidação, tradução e respectivo entendimento de si para si mesmo... E é just...