terça-feira, 2 de junho de 2015

Serões da Madrugada



Veio a neblina com seu manto,
e o vento deslizando por sobre
o assoalho de estrelas da noite...

Lá e cá um murmúrio do vento,
o latido de um cão conversando
com o infinito... O suspiro mudo
de uma estrela, a cantoria dos
gatos... Um e outro poeta com
os seus gemidos...

O salão da noite em seu baile
costumeiro abriu a senda
de outra aventura, de encanto
e nostalgia. De Amor, desejo,
loucura e poesia...! Anseios,
sonhos, inspirações e a agonia,
indissociável, do encanto e da magia...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontro Sobrenatural

A rua estreita iluminada com luares que enfeitavam de outros ares a viela urbana, que assim preenchida de um silêncio antigo, guard...